Olá, tudo bem?

Como eu já disse várias vezes para você: não é nada importante. Faz uma hora que não consigo me concentrar e resolvi escrever.

Retirei o blog do ar para evitar que eu tivesse essa vontade, mas não funcionou e eu abri uma conta no Medium. Alguém me notou e eu fiquei com receio de postar lá. Por mais que eu esteja escrevendo para aprender escrever (isso não faz sentido nenhum, faz?) acho tudo que escrevo ruim, mas bem ruim mesmo. Não é a pior coisa que a humanidade produziu, mas é ruim ou inacabado, em evolução, desruptivo…agora eu só tô enrolando.

O que sobrou disso tudo? Mensagens eletrônicas, e-mails, que não precisam necessariamente ter alguma estética, métrica, estilo e o diabo a quatro. Aqui eu preciso só informar, comunicar e é isso que estou fazendo. Estou te comunicando que não consigo estudar e que agora, sem nenhuma plataforma em que possa postar textos, estou te mandando um e-mail.

Mas, por que você e não minha melhor amiga? A Marina se preocupa com a minha sanidade mental e provavelmente ficaria preocupada comigo e me mandaria uma mensagem, mas eu não quero conversar agora. A Pietra está super ocupada e também se preocupa comigo em um nível mais elevado que Marina. Ela é mais sensível e lê as entrelinhas. Deve ser porque ela escreve também. Aí tem os outros amigos, colegas, conhecidos e não achei nenhum motivo para que eles recebessem um e-mail meu com esse tipo de informação. Muitos deles nem sabem o que eu estou fazendo e demandaria muito tempo para explicar tudo só para falar que “não tô conseguindo estudar hoje”.

Sobrou você. É ruim quando as pessoas te escolhem só porque as outras opções não eram viáveis. Eu sei que machuca (ou não), mas acho que deveria te informar isso também. A viabilidade de você ser o destinatário também está amparada no fato de que você não me responderia esse e-mail com outro e-mail ou emitiria sua opinião a respeito com mais de uma frase ou um emoji. Mas se quiser responder só pra provar que eu não sei nada sobre você, não faz isso não. Você não precisa provar nada!

Desculpas, não estou insinuando que você não é capaz de raciocinar e compor textos, você é mestre e acho que essas habilidades são necessárias  para ser um mestre, mas é que a minha observação de alguns meses de “convivência” já me deixaram uma certeza de que você não perderia tempo com isso.

Por falar em tempo, eu demorei 20 minutos para escrever e revisar tudo isso. Ficou uma bosta? Sim, mas pelo menos gastei meu tempo com algo que acho divertido (eu sei que preciso sair de casa).

Se você chegou até aqui, meus parabéns! Eu teria parado quando disse que não era importante. Se não é importante, não preciso ler.

Bom final de semana,

Eileen

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s